Poemas de Natal

 

Anjo

Poema
Estrelas Cintilantes

 

São tão brilhantes,
Tão cintilantes,
A piscar no céu,
Mesmo em cima do nosso chapéu.

Certo dia,
Caiu uma estrelinha,
Que precisava de companhia,
De uma rapariguinha.

Encontrou uma menina,
Já a dormir,
Era pequenina,
Mas começou a sorrir.

A menina estava encantada,
Assim como a estrelinha,
Ficou aconchegada,
Com a nova amiguinha.

Num outro dia,
tinha a estrelinha de partir,
despediu-se da sua companhia,
que estava a sorrir.

[Enviado por: Francisca Sousa]




 

Todos os direitos reservados 2008 - 2020 | Política de privacidade | Contacto