Poemas de Natal

 

Anjo

Poema
Na Quadra Que Se Aproxima

 

Na Quadra que se aproxima
De Paz e Fraternidade
É maior minha tristeza
Mais me dói a saudade

Tão longe dos Entes Queridos
Tão longe da minha Angola
Recordo e tenho saudades
dos nossos Natais d'outrora

Quem dera voltar atrás
Ao tempo que já passou
A felicidade é fugaz...
Só a saudade ficou.

Enviado por Maria da Luz Pedrosa:
Quero dedicar este poema aos meus irmãos que se encontram em Angola e que eu já não vejo há mais de 30 anos, minhas cunhadas, sobrinhos, tias e primos.
Feliz Natal para todos e que continue viva a esperança de vos abraçar um dia.




 

Todos os direitos reservados 2008 - 2019 | Política de privacidade | Contacto