Poemas de Natal

 

Anjo

Poema
Semente Cultivada

 

Semente cultivada,
Em terra adoentada,
Longe de água,
Seio longínquo;

Crente na vida,
Semente geminaste,
Tornas-te pinheiro,
Nunca antes sonhado,

Tamanha dimensão,
A luz cativou,
Era ela a estrela
Do nosso senhor;

Pinheiro manso,
Que tornas-te bravo,
Foste a via infante,
Dos três reis magos;

Mapa do menino,
Caminho do senhor,
Mapa ancestral,
Do filho do criador;

Entre ramos,
E o teu tronco,
A luz da lua, encaminhava,
Os incansáveis perseguidores;

Demandas tradições ancestrais,
Sempre conhecidas,
Comungas a fé,
Em nós…

[Enviado por Luís Martins]




 

Todos os direitos reservados 2008 - 2020 | Política de privacidade | Contacto